São Paulo x Inter: Vale vaga no Mundial

Ontem, em Santiago no Chile a Universidade Católica, La U, perdeu para o time mexicano Chivas Guadalajara por 2×0 em um jogo muito disputado e deveras emocionante.

Com a classificação do Chivas, clube que em seu estatuto só permite a escalação de jogadores mexicanos, o jogo de quinta-feira entre São Paulo x Internacional vale mais do que uma vaga na final da Libertadores, vale uma vaga no Mundial Interclubes.

A participação dos clubes mexicanos sempre foram questionadas, já que a vaga dos clubes da América Central e do Norte vem da CONCAFAF, não da COMENBOL. Em 2001, os jogos entre Palmeiras e Boca Juniors ganharam tons de final de campeonato, uma vez que a Cruz Azul classificara para a finalíssima.

Bem, concordando ou não com a participação mexicana, o time do Chivas mereceu chegar aonde chegou e o São Paulo mesmo aos trancos e barrancos pode chegar ao mundial. E o colorado Celso Roth, treinador do Palmeiras em 2001, pode dessa vez aproveitar da brecha que escapou de suas mãos no clube palestrino.

Abraços.
Caio di Pacce.

Fim de um Império que não começou

Nessa quarta-feira, o Maracanã assistiu mais uma derrota épica do Flamengo.

Jogando pela Libertadores, o Império da Cachaça permitiu que sua meta fosse perfurada em três oportunidades pelo time universitário chileno. Perfurações dolorosas que podem ter custado muito mais que a vaga para as quartas-de-final.

Aos 37 minutos da segunda etapa, o que se ouvia nas arquibancadas do Mário Filho era a torcida chilena. Minúscula perante a massa rubronegra silenciosa.

No jogo,Vagner Love e Adriano (apesar do gol) estavam se guardando para a balada. Os chutes do apagado Petkovic tinham a guarnição dos cruzamentos debilóides de Léo Moura e Juan. O suspeito Denis Marques pouco pode fazer.

Em um chute despretensioso, Juan contou com a sorte e a bola desviou. O segundo gol do Flamengo nem foi comemorado. A não ser pelos efusivos comentaristas da SporTv.

O time chileno jogou com coração, com um a menos desde o fim do primeiro tempo. Mostrou que com raça e um time bem organizado é possível ter bons resultados fora de casa na Libertadores.

Petkovic ainda não renovou o contrato. Adriano (apesar de tudo) tem uma proposta para deixar o clube. Kleberson também pode bater asas depois da Copa.

Será essa a queda de Constantinopla de um Império que nunca existiu?

Foto: Associated Press