Copa do Brasil

Hoje começa o torneio mais legal da CBF: a Copa do Brasil.

É um torneio razoavelmente democrático, onde todos os estados do país estão representados. Fato esse que gera muito folclore e muitas curiosidades.

O primeiro campeão do torneio foi o Grêmio, ao derrotar o Sport em 1989. Desde então, o formato da competição veio se transformando. Devido ao hiato entre os grandes e pequenos clubes, a federação adotou a ida e volta restrita. Evitando assim, mais goleadas históricas (como a do Galo sobre o Caiaçari do Piaui em 1991, 11 x 1) e viagens desnecessárias, para os já paupérrimos clubes pequenos.

Os favoritos desse ano são Palmeiras, Vasco, Santos e Atlético-MG.

O primeiro precisa desse título para apagar a desastrosa campanha de 2009.

O segundo, para selar de forma triunfante seu retorno a elite do futebol nacional.

O terceiro quer acabar com a fila sem títulos significantes.

Por fim, o quarto tem um técnico que busca retornar aos holofotes como um dos grandes do ofício.

No entanto, a Copa do Brasil é legal por causa das surpresas. Em 2004 e 2005, o país assistiu respectivamente, ao Maracanazzo do Santo André  e a glória do Paulista de Jundiaí.

Sem contar que em 1991, um tipo que atendia pelo nome de Felipão, deu ao tigre de Santa Catarina seu título máximo.