Bomba no Juve! Elvis vestirá grená em 2012.

- Sou decisivo!

Vocês podem estar se perguntando: Quem é Elvis? Se você fez essa pergunta, não torce pelo Flamengo ou não gosta do Santo André. Elvis foi um dos líderes daquele time do Ramalhão que desbancou os grandes e bateu o Flamengo no Maracanã por 2xo e levantou a Copa do Brasil em 2004. Jogador esse que guardou um dos tentos dessa peleja.

Um bom meia-atacante, um pouco mais veterano, com 33 anos, ele é o primeiro camarão que o Presidente Rodolfo Cetertick trouxe para levar o time grená de volta para a série A2 do Paulista. Todos que lembram daquela partida sabem do que Elvis é capaz.

Vestirei grená

Creio que seja um bom reforço pro Juventus. Trará boas energias ao Moleque!

Abraços.
Caio di Pacce

Segurem o São Paulo

O São Paulo recebeu em sua casa o Santo André, que não faz sombra daquele time finalista do Paulistão do ano passado, que teve a taça tirada no apito. O time do ABC não viu o time do São Paulo jogar, ficou atordoado com os 3 x 0 feitos pelo tricolor paulista.

Mas, além da vitória que mantém o time do Morumbi na liderança do Campeonato, o que mais anima os são-paulinos (e preocupa os adversários) é a contratação de Luís Fabiano. O camisa 9 que o São Paulo tanto queria e que tanto merecia.

Foi a contratação mais cara da história do futebol brasileiro, teve uma grande porcentagem de jogada política para a permanência do JJ no poder, mas teve uma outra grande parcela de necessidade de um atacante de referência, que ao lado de Dagoberto, Lucas, Casemiro e Rivaldo, pode dar um belíssimo de um caldo.

Luí   s Fabiano é ídolo dos são-paulinos, ele pode fazer toda a diferença para o time tricolor em 2011, agora o favorito no Paulista, na Copa do Brasil e quiçá no Brasileirão.

- Eu também vou pro pau!

Abraços.
Caio di Pacce.

O ABC no Paulistão

Pela primeira vez na história do Campeonato Paulista, os três clubes do ABC, Santo André, São Bernardo e São Caetano disputam a competição juntos.

O caçula dos três, o São Bernardo, time novo, moderno, que veste as cores amarela-preta, lembrando o uniforme do glorioso e finado Novo-Horizontino, é apelidado de Tigrão do ABC, e colocou mais de 10 mil torcedores no simpático e nubloso Estádio Municipal 1o de Maio em seu debute vitorioso: um 3×1 contra o Grêmio Prudente.

Santo André e São Caetano já surpreenderam e conseguiram um status de clube emergente e “encardido”. O primeiro foi campeão da Copa do Brasil em cima do todo poderoso Flamengo de Júlio César, Juan, Athirson e Felipe, e quase tirou o título do Santos de Neymar, Ganso e Robinho, que levou o título no apito.

O “Azulão” já foi campeão paulista com Muricy Ramalho no banco de reservas, já disputou finais do Brasileirão (2000 e 2001) e final de Libertadores em 2002.

Hoje será o primeiro teste de verdade do São Bernardo, um jogo contra o São Paulo em pleno Morumbi. Veremos como o Tigrão sairá.

Até ônibus o Tigrão tem!

Força ao ABC, depois das chuvas de ontem.

Abraços.
Caio di Pacce.

Santos FC: O campeão do apito.

O Santos FC apresenta o melhor futebol do Brasil, Paulo Henrique Ganso é o melhor jogador em atividade no país do futebol. Um time que em 4 meses fez mais de 100 gols precisa entrar na história.

Acho que o Sr. Sálvio Espíndola e a bandeirinha Maria Eliza pensaram nisso e deram o título ao time da baixada.

O Santo André foi valente, lutou, abriu o placar no primeiro lance da partida com Nunes, o cai-cai Neymar recebeu lindo passe de Robinho e empatou o jogo. Quando tudo parecia estar acabado, Neymar esqueceu de jogar o futebol que o consagrou, e começou a cair em todas as jogadas. Em uma discussão, Léo e Nunes foram expulsos e o jogo foi re-aberto.

E o Santo André é um time forte, em encanteio cobrado por Bruno Cesar o bom volante Alê deu a vantagem novamente para o ABC. O Santos ainda empatou o jogo com Neymar, com um passe de gênio de PH Ganso.

Minutos depois, Carlinhos cruzou e Branquinho fez o terceiro, mas a bandeirinha Maria Eliza tremeu e anulou o gol. Bruno Cesar deu um passe de Ganso, Branquinho completou e fez o 3×2. O primeiro tempo ainda teve tempo para Marquinho ser expulso.

Durante o segundo tempo, o Santos não quis jogar e o Santo André não conseguiu atacar, em dois lances quase tirou o título da Vila, mesmo contra vontade de todo mundo. Primeiramente com Rodriguinho que driblou o goleiro e chutou, mas Arouca salvou e depois o mesmo Rodriguinho colocou a bola na trave.

Foi por pouco, mas o Santos levantou o caneco, pra mim e para quem conhece futebol de verdade, levantou de maneira injusta e que manchou o lindo futebol apresentado por essa equipe.

Aplausos de pé para o Santo André e vaias intermináveis para a arbitragem paulista.

E uma confissão: Se Neymar for pra Copa eu torço pra Itália.

Abraços.
Caio Di Pacce.

Mas que jogaço!

Um jogo digno de final de Campeonato Paulista,  Santos e Santo André entraram no Pacaembu para começar decidir o regional mais importante do país. Era o confronto das duas melhores equipes, das duas melhores campanhas do Paulistão.

E o jogo começou eletrizante, o Santo André fez um ótimo primeiro tempo, soube neutralizar as investidas santistas, com uma marcação implacável sobre a dupla dinâmica Neymar e Ganso. E era muito perigoso nas jogadas de velocidade com Gil, Branquinho, Nunes e Rodriguinho.

Eram tão perigosos que em uma dessas investidas, Dracena fez falta perigosa, Bruno Cesar cobrou bem e abriu o placar 1xo Ramalhão. O time do ABC teve mais chances claríssimas de ampliar o placar, mas não soube definir o jogo, principalmente Nunes em um contra-ataque fulminante.

Neymar foi substituído por André, e o jogo mudou completamente. O Santos entrou para a segunda etapa com muita vontade, e o Santo André se retraiu, assim aos 10 minutos Ganso achou o camisa 17 para empatar o jogo.

Enquanto isso, Neymar que machucou o olho em um lance no primeiro tempo, assistia o jogo no vestiário de gola alta, boné e corrente de ouro. E via Wesley virar o jogo em uma linda triangulação com Pará e Robinho.

O jogo foi de Wesley, em lance muito parecido, a zaga andreense falhou, o camisa 9, que jogou de volante e lateral direito, aproveitou para ampliar a partida. Neymar vibrava cada gol e jogada santista com seu boné e gola alta.

Mas o valente Santo André foi valente, mesmo com 10 em campo, dada a expulsão de Toninho, conseguiu diminuir o placar com Rodriguinho, e deu sufoco ao Santos até o apito final.

Um jogaço, com lances lindos, inversões no placar, golaços. Um jogo digno de uma final de Paulistão.

Abraços.
Caio Di Pacce.

Com pinta de campeão.

O São Paulo recebeu o Santos no Morumbi na primeira semi-final do Paulistão 2010. Pra muitos a final antecipada do campeonato regional de São Paulo, já que na outro embate da semi-final é Santo André x Prudente.  O time tricolor tinha o apoio de sua torcida, mas o Santos segue engrenado e tem a vantagem de dois resultados iguais.

O time da baixada começou com mais cadência, o São Paulo fazendo aquela pressão característica de quem joga em casa e foi o tricolor que abriu o placar com Júnior Cesar, porém com gol contra: Santos 1 x 0.

Assim, os meninos que estavam meio apagados resolveram jogar e com belo passe de Neymar, André ampliou para o Santos. E para piorar para o lado tricolor, Marlos, a válvula de escape do meio para o ataque, foi JUSTAMENTE expulso pelo árbitro Rodrigo Cintra.

Quando tudo parecia estar perdido, o São Paulo mostra ter camisa, mesmo com a menos, com a entrada de Cicinho no lugar do Washington, o tricolor voltou muito melhor na segunda etapa. Empatou o jogo, com um golaço do Hernanes e uma cabeçada certeira de Dagoberto.

Porém quando a fase é boa, as coisas dão certo. O time do Santos, aos 45 minutos, desempatou a partida com Durval, em um lance de bola parada.

O Santos poderá perder por um gol de diferença na Vila, mesma situação a do Santo André, já que venceu o Prudente por 2×1, em Prudente.

Veremos.

Abraços.
Caio Di Pacce.

Foto: Lancenet!

PS: Post do Jogo do Juve virá.

Semi-finais do Paulista.

Enfim o Paulistão está começando. Aliás, começa amanhã. Para alguns clubes como o Palmeiras, o campeonato regional mais importante do país só começará ano que vem, mas para os outros três grandes da capital paulista e o Santos, o campeonato começa a ser decidido amanhã.

Com a classificação garantida dos dois melhores times da competição, que apresentaram o melhor futebol, Santástico e o Ramalhão, duas vagas serão disputadas entre 4 clubes: O moderno e eficiente G. Prudente, o Tri-Mundial São Paulo, o Centenário Corinthians e a Valente Lusa.  

O Prudente precisa ser prudente, mas basta vencer o desclassificado Azulão em casa, que garante o terceiro lugar e disputa uma semi-final com o Arrumado Santo André. O tri-mundial basta vencer o mesmo Santo André, em campo neutro, que garante pelo menos o quarto lugar.

Já o Centenário Corinthians precisa sonhar um pouco mais, precisa vencer o Galo Azul Rio Claro no Pacaembú e torcer para algum tropeço de Prudente ou São Paulo. Porém se o clube do Pq. São Jorge chegar, a coisa pode complicar.

Agora a Lusa sonha, mas sonha alto com a vaga. Sua situação é bem difícil, bastava vencer o Prudente no Canindé há duas rodadas atrás, porém tomou uma virada no fim da partida e amargura a sexta colocação. Precisa que Corinthians e São Paulo percam seus jogos e que ela vença o dela.

Quem ficarão com as vagas? O Moderno, O tri-Mundial, O Centenário ou a Valente?

Abraços.
Caio di Pacce.