A Seleção da primeira fase da Copa do Mundo

Nós do Copeiros elegemos a nossa Seleção da primeira fase da Copa do Mundo.  Depois de muito conversar decidimos que iríamos escalar esse time num 3-4-3, para poder privilegiar os atacantes e meio-campistas que se destacaram até agora no Mundial.

Cada Copeiro elegeu sua seleção, veja o que cada um colocou:

Seleção Caio: 
Goleiro: Ochoa (MEX)
Defesa: Godín (URU), David Luiz (BRA), Blind (HOL)
Meio Campo: Pirlo (ITA), Muller (ALE), Messi (ARG), James Rodriguez (COL)
Ataque: Benzema (FRA), Van Persie (HOL), Neymar (BRA)
Técnico: Jorge Sampaoli (CHI)

Seleção Flaco: 
Goleiro: Ochoa (MEX)
Defesa: Kompany (BEL), Thiago Silva (BRA), Lahm (ALE)
Meio Campo: Bradley (EUA), Valbuena (FRA), Mascherano (ARG), Felaini (BEL)
Ataque: Benzema (FRA), Robben (HOL), Neymar (BRA)
Técnico: Jorge Sampaoli (CHI)

Seleção Tércio: 
Goleiro: Ochoa (MEX)
Defesa: Godín (URU), David Luiz (BRA), Hummels (ALE)
Meio Campo: Pirlo (ITA), Valbuena (FRA), Messi (ARG), James Rodriguez (COL)
Ataque: Benzema (FRA), Robben (HOL), Neymar (BRA)
Técnico: J. L. Pinto (COS)

Seleção Marquinhos: 
Goleiro: Romero (ARG)
Defesa: Kompany (BEL), David Luiz (BRA), Thiago Silva (BRA)
Meio Campo: Pirlo (ITA), Valbuena (FRA), Messi (ARG), James Rodriguez (COL)
Ataque: Benzema (FRA), Robben (HOL), Neymar (BRA)
Técnico: Jose Pekerman (COL)

Depois de fazermos os últimos acertos, a seleção ficou assim:

SELEÇÃO COPEIROS
Goleiro: Ochoa (MEX)
Defesa: Godín (URU), David Luiz (BRA), Thiago Silva (BRA)
Meio Campo: Pirlo (ITA), Valbuena (FRA), Messi (ARG), James Rodriguez (COL)
Ataque: Benzema (FRA), Robben (HOL), Neymar (BRA)
Técnico: Jorge Sampaoli (CHI)

Seleção do Copeiros

Seleção do Copeiros

Abraços.
Caio di Pacce.

¡Adiós, España!

No nos importa la Muerte!

Acabou o sonho do bi-campeonato da seleção espanhola. Hoje, o Chile mostrou que é a verdadeira seleção ROJA desta Copa do Mundo. Um verdadeiro baile, os chilenos massacraram os espanhóis por 90 minutos, 2×0 foi pouco pela disparidade ludopédica entre as equipes.

Chile dominou o meio campo, foi muito veloz e soube aproveitar os passes errados cometidos pela não tão furiosa seleção espanhola. Vargas, Aranguiz, Alexis Sanchez, Isla, Vidal, foram gigantes. Parecia que os comandados de Jorge Sampaoli, ou melhor dizendo, Jorge São Paoli, eram os atuais campeões mundiais, não o time envelhecido, cansado e amedrontado time espanhol.

Hoje, na tourada do futebol que aconteceu no Maracanã, o Chile teve uma tarde de toureiro e a España uma tarde de Touro. Eu já dizia que acreditava no Chile, que essa classificação era possível, mas não achei que seria tão fácil. Até mesmo a Austrália deu mais trabalho para os holandeses do que para os chilenos.

E o selecionado laranja não terá vida fácil contra o time Andino. O empate garante o time de Robben e Van Persie (que estará fora do jogo) a primeira colocação. Vamos ver quem possivelmente pegará o Brasil na próxima fase.

Abraços.
Caio Di Pacce.