A Seleção da primeira fase da Copa do Mundo

Nós do Copeiros elegemos a nossa Seleção da primeira fase da Copa do Mundo.  Depois de muito conversar decidimos que iríamos escalar esse time num 3-4-3, para poder privilegiar os atacantes e meio-campistas que se destacaram até agora no Mundial.

Cada Copeiro elegeu sua seleção, veja o que cada um colocou:

Seleção Caio: 
Goleiro: Ochoa (MEX)
Defesa: Godín (URU), David Luiz (BRA), Blind (HOL)
Meio Campo: Pirlo (ITA), Muller (ALE), Messi (ARG), James Rodriguez (COL)
Ataque: Benzema (FRA), Van Persie (HOL), Neymar (BRA)
Técnico: Jorge Sampaoli (CHI)

Seleção Flaco: 
Goleiro: Ochoa (MEX)
Defesa: Kompany (BEL), Thiago Silva (BRA), Lahm (ALE)
Meio Campo: Bradley (EUA), Valbuena (FRA), Mascherano (ARG), Felaini (BEL)
Ataque: Benzema (FRA), Robben (HOL), Neymar (BRA)
Técnico: Jorge Sampaoli (CHI)

Seleção Tércio: 
Goleiro: Ochoa (MEX)
Defesa: Godín (URU), David Luiz (BRA), Hummels (ALE)
Meio Campo: Pirlo (ITA), Valbuena (FRA), Messi (ARG), James Rodriguez (COL)
Ataque: Benzema (FRA), Robben (HOL), Neymar (BRA)
Técnico: J. L. Pinto (COS)

Seleção Marquinhos: 
Goleiro: Romero (ARG)
Defesa: Kompany (BEL), David Luiz (BRA), Thiago Silva (BRA)
Meio Campo: Pirlo (ITA), Valbuena (FRA), Messi (ARG), James Rodriguez (COL)
Ataque: Benzema (FRA), Robben (HOL), Neymar (BRA)
Técnico: Jose Pekerman (COL)

Depois de fazermos os últimos acertos, a seleção ficou assim:

SELEÇÃO COPEIROS
Goleiro: Ochoa (MEX)
Defesa: Godín (URU), David Luiz (BRA), Thiago Silva (BRA)
Meio Campo: Pirlo (ITA), Valbuena (FRA), Messi (ARG), James Rodriguez (COL)
Ataque: Benzema (FRA), Robben (HOL), Neymar (BRA)
Técnico: Jorge Sampaoli (CHI)

Seleção do Copeiros

Seleção do Copeiros

Abraços.
Caio di Pacce.

Anúncios

Andrea Pirlo, jogador completo

Andrea Pirlo, nascido em Fiero, Itália, no dia 19 de maio de 1979, 35 anos, jogador da Juventus e da seleção italiana. Veste a camisa 21 e é o gênio que conduz a Azzurra nessa Copa do Mundo.

É o Pirlo ou o Braddock?

É o Pirlo ou o Braddock?

Nesse sábado, no embate da Azzurra contra o English Team ele foi incrível mais uma vez, conduziu a bola da defesa para o ataque com perfeição, ora com toques curtos e laterais, ora com lançamentos profundos de longa distância. Onde a bola estava, você via Pirlo perto dela, via ele no seu trote característico, recebendo a bola, levantando a cabeça e decidindo rápido pra onde a bola ia. Ouso dizer que é o jogador mais técnico dessa Copa do Mundo.

Você sabe quando um jogador é craque quando você vê o jogador fazendo a bola correr, não o jogador correndo atrás da bola. No primeiro gol italiano, ele mesmo sem tocar a bola deu uma assistência perfeita, num corta luz preciso, deixando Marchisio com espaço para o Arremate. Depois, em uma cobrança de falta perfeita, que por obra do destino tocou o travessão. A bola que fez duas curvas, num “S”, deixou o goleiro Hart parado com cara de desespero, pena que não entrou.

O time da Itália vai longe nessa Copa, se conseguir vencer o desgaste físico, pois é um time que tem uma defesa forte, com a volta de De Sciglio para a Lateral Esquerda, um meio campo marcador e criativo, com De Rossi, Candreva, Verratti, Pirlo e um comando de ataque com o matador Balotelli, que tem muito faro de gol.

Essa pode ser a Copa de Pirlo.

Abraços.
Caio Di Pacce.