O golaço do Neto de Pelé

O neto do Rei do futebol joga nas bases do Paraná Clube, o garoto é filho de Sandra Regina, a mulher que Pelé não quis reconhecer. Olha o golaço que o guri fez, enquanto o Edinho, filho mais do que reconhecido, só tomava peru, o neto bastardo é craque, irônico né?

 

Esse prefere o Maradona, né?

 

Abraços.
Caio di Pacce.

Anúncios

Pelé: 70 vezes o melhor do mundo.

 

 

Pelé, entende?

 

Atrasado veio essa homenagem do Copeiros ao Rei Pelé, o maior de todos os tempos, mas como o ditado diz: – Antes tarde do que nunca. Na verdade ela veio em hora certa, no dia 26 de outubro, dia em que data-se o aniversário do futebol. Ah! Data-se também o meu aniversário.

O Rei Edson Arantes do Nascimento é, e provavelmente sempre será, o maior de todos os tempos. Claramente nunca o vi entrar em campo, só vi o que ele fez pela TV e por relatos de amigos e parentes mais velhos, mas não tenho dúvida que o trono é dele.

Meu único contato com o rei foi quando ele foi à empresa onde trabalho, junto de Ricardo Teixeira e cia, para anunciar o novo patrocínio da CBF. Em meio de tanta informação, era Copa do Mundo, era Ricardo Teixeira, era questionamentos sobre 2014, mas confesso que ver o maior de todos, mesmo que por um telão, nada daquilo importava, sua presença representa algo maior.

Pelé é o único jogador maior que um clube, sim, Pelé é maior que o Santos. Hoje em dia você vê Ronaldo jogando pelo Corinthians, mas é nítida a diferença de tamanho entre o jogador e a instituição. Já no Santos FC não é assim. O Santos é gigante, mas Pelé é o maior.

Nem queiram compará-lo à Maradona, minha discussão sobre isso acaba aqui, em campo, Pelé nunca perdeu um jogo de Copa do Mundo, levantou 3 taças, uma delas com apensa 17 anos e com 2 gols na final contra os donos da casa.

E mesmo o tão criticado Edson, é uma figura marcante. Durante o mundial da África do Sul, Pelé fez questão de ir às tribos negras dar o ar da graça, relembrar que o Rei do futebol é negro, como eles, que ainda hoje sofrem um preconceito idiota e estúpido.

Parabéns Pelé, uma pequena homenagem do Copeiros ao maior de todos, 70 vezes maior de todos. Pelé: O maior Copeiro do mundo.

Abraços.
Caio di Pacce.

A volta do Cosmos (com equipamentos adequados)

Ontem, Pelé anunciou o retorno das atividades do New York Cosmos, coqueluche da Major League Soccer nos anos 1970. Na verdade, trata-se da retomada de uma grande empresa, onde o clube tem os direitos sobre a NYC Cup e sobre o programa Cosmos Academy. Ou seja, o Cosmos é dono de um campeonato e de uma escolinha.

Isso só poderia ocorrer nos Estados Unidos mesmo. Posso queimar a língua, mas os americanos vão continuar sendo uma força menor no futebol mundial. Mesmo com milhões de investimento, inclusive para evitar que as crianças “pratiquem o esporte com equipamentos inadequados”.

Demais!

Se o Brasil tivesse os equipamentos adequados para as crianças jogarem futebol, talvez hoje não fossemos pentacampeões. Se o Neymar já é mimado com toda essa tecnologia, imagina se um Dener ou Romário usassem equipamentos adequados desde criança?

Além disso, o futebol é do povo. Por ser popular, se renova nas ruas. E é nas ruas que os nossos (verdadeiros) craques aprendem a driblar, chutar e conduzir o jogo. Certamente, os cartolas rechonchudos e modernos do Cosmos, ficarão impressionados com nosso sistema de peneiras. Se assistirem um “Desafio ao Galo” então, são capazes de infartarem.

Pelé ainda deu um tom de dignidade a cerimônia, quando disse que:

“Como embaixador global do esporte e Presidente de Honra do New York Cosmos, é um grande privilégio poder contribuir com o futuro do esporte que me deu tanto. O retorno do New York Cosmos irá inspirar os jogadores neste país e reunir pessoas no mundo todo que amam esse lindo jogo tanto quanto eu”.

Fonte da citação: LanceNet.

Foto: http://www.cinematical.com

Dunga! Por favor convoca o Pelé!!??

O sonho secreto de Pelé foi revelado em uma entrevista. O último pedido do Rei do Futebol foi que o seu último gol fosse feito com a camisa da Seleção Brasileira.

Eu e Tércio Silveira, outro copeiro, aderimos essa campanha. Queremos ver o Rei com a verde-amarela mais uma vez.

A CBF bem que poderia marcar um amistoso com o time da Malásia da vida, e por o atléta do século XX no segundo tempo. Seria mais do que emocionante!

Abraços.
Caio di Pacce.

Paradinha: A polêmica e sua criação.

Caros amigos, o clássico de domingo gerou mais uma vez a polêmica sobre a paradinha. Rogério Ceni reclamou, como muitos outros goleiros também o fizeram. Mas a pergunta é: Ela é valida ou não?

A Fifa já proibiu, permitiu novamente, mas a verdade é que não há uma definição sobre essa jogada. Os goleiros reclamam, os jogadores se aproveitam e marcam gols importantes. A minha opinião é a favor da proibição da jogada. Oras, o jogador tem um lance livre direto, 9,15m de distância, sem barreira, só com o goleiro à frente (cujo precisa ficar com os pés na linha do gol). É uma senhora oportunidade para marcar!

Evair, um dos meus maiores ídolos, nunca usou desse artifício e foi um dos maiores cobradores de penaltis que o Brasil já teve, ia calmo, trotando em direção da bola e sempre colocava ela rasteira, devagar e no cantinho: Sem chances pro goleiro. Agora, o que vocês acham da “Paradinha”?

Um pouco de história: Sabe quem foi o criador da Paradinha? Essa história é interessante. Os livros remetem à criação da jogada para o Rei Pelé. Ele vinha correndo em direção da bola e mudava bruscamente sua velocidade, enganando os goleiros. Mas na verdade, a imprensa que cobriu a Copa de 1958, via Didi fazendo essa jogada durantes os treinos, porém o jogador nunca teve culhões de executá-la em partidas.


Outros rumores sobre a verdadeira criação da paradinha. (rs)

Abraços.
Caio di Pacce.

Gols do meio campo.

Em minha estadia em solos londrinos vi o golaco do meio campo de Diego Souza via internet, fiquei besta de ver tal gol. Foi sensacional! Imagino a emocao de quem estava no Palestra Italia durante o embate contra o Atletico-MG.

Diego Souza contra o Galo: Palmeiras 3×1.

Ao sair do gramado, Marcos, o Goleiro salvador, disse para o jornalistas (em tom de brincadeira) que iria ser duro aguentar o Diego Souza apos o jogo, ele iria ficar desbochando de todos, dizendo que fez o gol que Pele nao fez.

O gol (que Pele nao fez) mencionado pelo goleiro foi a tentativa quase bem-sucedida do rei contra a Tchecoslováquia na Copa de 70, daquela selecao de Pele, Tostao, Jairzinho, Rivelino, Carlos Alberto Torrer e cia. Veja abaixo:

O primeiro, que eu me lembre, a ser mencionado por ter feito o gol que Pele nao fez foi o craque Rivaldo. Ate entao, o jovem jogador do Mogi-Mirim empatou a partida em 1×1 contra o Noroeste em jogo valido pelo Paulistao de 93. O jogo terminaria 4×2 para o Sapao.

 

Sempre e bom ver golacos assim.
Abracos
Caio di Pacce.