E lá se vai o tabu…

Ontem o Palmeiras mediu forças contra o Corinthians no Pacaembu em jogo válido pelo Brasileirão, e o time corintiano levou a melhor: 1×0 com gol de Jorge Henrique.

O time palmeirense veio desfalcado de seu principal jogador, Diego Souza, porém o Corinthians estava sem Ronaldo, e nessas horas o que falou mais forte foi quem tinha mais elenco para suprir as ausências de seus principais jogadores.

E o time do Pq. São Jorge logo abriu o placar com Jorge Henrique, aos 6 do primeiro tempo, e aos 8 perdia a maior estrela do jogo, Roberto Carlos foi expulso por um lance deveras infantil, como eu tinha previsto que ele iria se apequenar nesse jogo de tal importância.

E dali em diante foi jogo de só um lado do campo. Palmeiras atacava e o Corinthians se defendia, e como se defendia. É verdade que o clube palestrino carecia e muito de criatividade, a bola rodava com Pierre, Márcio Araújo e Cleiton Xavier, porém sem muita penetração, só com chutes de longa distância e bolas alçadas.

No segundo tempo o Palmeiras melhorou, e o Mano Menezes não quis matar o jogo, preferiu sofrer até o fim, quando não colocou o argentino Matias ou o Dentinho para puxar o contra ataque, assim sobrou para o goleiro Felipe garantir os 3 pontos para o time do Parque São Jorge, e ele o fez.

O Palmeiras jogou bem, apesar dos desfalques e da falta de elenco, mas sentiu muito a falta de Diego Souza. Marcos saiu do jogo pedindo elenco, Muricy também o fez. Está na hora da diretoria atender aos pedidos da massa alviverde.

PS: Os clássicos da rodada pelos Estaduais foram vencidos pelos times que disputam a Libertadores, Flamengo (5×3 contra o Flu), Corinthians e o Internacional (1×0 no Grêmio, em Erechim).
Abraços.

Caio di Pacce.