A volta do G4?

A CONMENBOL anunciou no fim de tarde dessa segunda-feira o retorno da quarta vaga para a Libertadores via Campeonato Brasileiro. A Confederação Sul-americana acatou um pedido da CBF em reunião realizada ontem.

Porém, não há almoço grátis, essa vaga só será válida desde que o Campeão da Copa Nissan Sul-americana não seja um time brasileiro, no caso, Palmeiras, Atlético-MG, Goiás ou Avaí.

Após essa decisão, a reta final do Brasileiro esquentou, cerca de 6 times brigam claramente por um acesso, Atlético-PR (46), Grêmio (46), Botafogo (45), São Paulo (44), Palmeiras (44) e Vasco (41).

Os meus favoritos para essa vaga, pelo que vem jogando nesse segundo turno, em ordem são: Grêmio, Atlético-PR e São Paulo.

Porém esses times precisam torcer para os outros times sul-americanos, logo é bom que Felipão ou Dorival (principalmente), preparem um ótimo banho de sal grosso, porque a zica vai ser das grandes.

Abraços.
Caio di Pacce.

Anúncios

Desculpa à brasileira

Quase todo ano é a mesma coisa. Um time se destaca dos demais no início da temporada, cai de produção naturalmente, mas os treinadores procuram uma desculpa qualquer para justificar a queda do rendimento da equipe. Geralmente, o recurso é culpar o calendário do futebol brasileiro.

Chegou a vez do técnico Dorival Jr. aderir a essa bobagem. O engraçado é que quando o Santos estava ainda mais por cima da onda ele não falava nada, só enaltecia – como de fato tinha que fazer – a qualidade de Ganso, Neymar e Cia. Foi só as outras equipes aprenderem a derrubar o Peixes que a desculpa do “calendário massacrante” passou a fazer parte do vocubulário do treineiro da Vila.

Desde a derrota para o Santo André por 3 a 2 que Dorival culpa o calendário pelos reveses do time do litoral. Após o empate com o Ceará nesse domingo – a equipe nordestina foi prejudicada pela arbitragem -, o nhem-nhem-nhem voltou à tona. Ora, caro Dorival, desde que Charles Muller botou os pés nessa terra que o calendário do futebol tupiniquim é carregado em datas e campeonatos. Não venha reclamar que não teve tempo para os jogadores comemorarem a conquista do Paulistão, pois já tinha jogo decisivo pela Copa do Brasil no meio da semana.

Aliás, não venha dizer que o calendário brasileiro precisa ser como o europeu. Se você não sabe, na Europa as grandes equipes também jogam infinitas vezes de quarta e domingo. Na Itália, por exemplo, no meio da semana rolam as pelejas pela Copa da Itália e/ou a Liga dos Campeões da Europa e, no final de semana, é a vez do Campeonato Italiano. Procure saber se o José Mourinho está por aí reclamando do calendário italiano.

Você pode reclamar da janela de transferências, que acontece em agosto e leva os craques nacionais para a Europa na metade do Brasileirão. Mas, chiar por jogar quarta e domingo me parece mais uma desculpa esfarrapada para as derrotas.