Bodas de Estanho

Quando um casamento completa dez anos, reza a tradição que comemora-se as Bodas de Estanho. A origem da palavra “bodas” é latina, e significa “promessa”. Latina também é a origem dos dois principais times paulistas oriundos das duas colônias mais numerosas de São Paulo: o Palmeiras, que já foi Palestra Itália, e a Portuguesa, que sempre foi Portuguesa mesmo.
Este ano os dois comemoram dez anos do rebaixamento no Brasileirão. Nota-se que comemorar não significa festejar, e sim rememorar. Logo, o termo comemoração cabe. Sendo assim, com tanto Palmeiras quanto Portuguesa fazendo uma força desgraçada pra cair (o Palmeiras vem sendo mais “feliz” na tarefa), deve ter acontecido a seguinte conversa entre os presidentes:
Imagem: Jorge Aguiar (Lancenet)
– Alô, é o Mané?
– Depende. É algum credor?
– Não, é o Tirone.
– Ah, presidente Tirone, então é o Mané sim. O quê manda?
– Presidente, eu? Ah, é verdade, às vezes me esqueço disso. Escuta, belo, esse ano a gente completa dez ano de rebaixamento, capiche? Eu tava pensando em alguma coisa pra marcar a data, uma comemoração, sabe?
– Rapaz, comemoração? Deixa eu pensar… A gente não costuma comemorar muita coisa, sabe?
– Sei, sei sim, mas a data é importante, amico!
– Ah, já sei! Você quer um negócio grandioso, não quer?
– Sim, é isso mesmo!
– Então faz assim: por que vocês não caem de novo. Eu tava pensando, no ano passado a gente ficou famoso ganhando a segunda divisão. Até na Espanha falaram de nós.
– Mas será que funciona? Num sei, o pessoal aqui pode ficar bravo.
– Que nada, vocês ganharam título esse ano, nós ganhamos um troféu de um jogador do Curíntia. Então o ano já tá ganho.
– Ah, entendi. A gente cai junto, comemora os dez anos e chama torcida pra apoiar e tenta ser o primeiro time grande bicampeão da Série B.
– Isso mesmo, Tironinho.
– Ma che! Que ideia essa! Gostei! Vou chamar o Frizzo pra ver o que ele acha. Frizzo! Cazzo, Frizzo, vem cá! O Mané deu uma ideia da gente comemorar juntos os dez anos de rebaixamento. Vamos trabalhar nisso, hein?!
– Chama lá que eu já falei com o Iaúca. A gente caiu no Paulistão, mas no Brasileirão tem mais impacto, entendeu?
– Entendi sim. Abraço, Manezinho! Arrivederci.
– Tá bom, pá. Até logo, presidente.
– Presidente? Quem?
– Ah, deixa pra lá. Vou avisar o Candinho!
A ligação termina.
Palmeiras e Lusa caíram em 2002. Dez anos depois, essa tragicomédia está prestes a se repetir, inclusive no roteiro: o Palmeiras cheirando a descenso o campeonato todo e a Lusa precisando de poucos pontos nas últimas rodadas. Já são três derrotas seguidas. Assim como naquele ano, quando se casaram com a incompetência.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: