Não é bem assim

A Portuguesa, que vinha de dois clássicos muito bons  pelo Brasileirão, voltou a perder, desta vez para o líder Atlético mineiro. Tudo normal, inclusive as falhas do goleiro Dida, a maior contratação lusitana para o certame.

Mesmo no auge, ele nunca soube sair do gol. Não seria agora, aos 38 anos e depois de dois anos de inatividade, que o guardarredes luso o faria bem. No entanto, ele segue muito sob a baliza. Não há motivos, pois, para ficar preocupado.

Da mesma forma que o revés em Minas Gerais era esperado. Tudo bem que é preciso somar pontos, mas o campeonato que a Portuguesa disputa não é contra Galo, Inter ou Cruzeiro. Estes, certamente, figurarão à frente da equipa de Geninho. Os adversários são outros: Sport, Náutico, Ponte Preta e que tais. É com estas equipes que a Lusa está disputando a permanência na elite. Qualquer coisa além é lucro.

O que não significa, no entanto, dizer que o farol vermelho não esteja ligado.A Portuguesa somou oito pontos em oito jogos, o que é aproveitamento de time rebaixado. Contra o Atlético jogou melhor que o adversário, assim como foi nas derrotas para Vasco e Fluminense, mas perdeu. Tem jogado bem, mas não é jogar bem que manterá o time da Primeira Divisão.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: