Fora Neymar

ImageÉ possível que os santistas não concordem comigo. Mas o fato é que está na hora de Neymar respirar ares europeus. Depois de ler por diversas vezes o colunista craque Tostão defender a saída do Neymar do Brasil, assistindo o clássico de ontem foi que caiu a ficha para mim. Enfrentar defensores e sistemas defensivos dos times da Europa, como um ferrolho de qualquer Cagliari da vida, vai criar anticorpos no garoto.

 Enquanto aqui no Brasil os zagueiros jogam grudados na grande área, o que aumenta o campo para Neymar chegar driblando, no velho continente as defesas atuam mais avançadas e a zagueirada chega atropelando, sem muitas vezes o juiz marcar sequer falta. Enquanto isso, aqui no Brasil uma simples disputa de bola seguida de trombada no meio de campo já é a senha para Neymar dar piruetas e comentaristas clamarem por cartão amarelo para o adversário.

E isso não acontece só com o Neymar, não. Vários jogadores – Jorge Henrique, Dagoberto, Fernandinho, Maikon Leite etc – usam desse mesmo recurso. Se nos domingos pela manhã admiramos a pegada e a ausência de qualquer faltinha no campeonato inglês, alemão e italiano, no jogo do nosso time às 16h queremos que o juiz marque pênalti por qualquer agarrão. O futebol no Brasil é cheio de não me toques.

A saída de Neymar para gramados europeus faria um bem para ele e para a Seleção Brasileira, que ganharia um jogador treinado e capaz de transpor qualquer barreira. Hoje ele não consegue sequer passar por um zagueiro da Bósnia. A última partida que me lembro na qual Neymar foi bem pela Seleção foi contra a Escócia. E só.

E não adianta falar que ruim é a Seleção. Basta recordar de Santos e Barcelona em dezembro de 2011. E não me venha com o papo de que “ah, mas aí era o Barcelona”, pois creio que se o adversário fosse o Manchester United, Chelsea, City, Milan e, quiçá, o Napoli, a derrota só seria menos dolorosa.

Neymar precisa ir para a Europa, sentir falta do feijão, esquentar um banco pro Park, levar uma botinada do Materazzi e largar os mimos para trás. Do contrário, quando chegar em 2014 o tombo do jogador e de todos que curtem seu futebol será muito maior.

Anúncios

Uma resposta

  1. hohohoho……

    a saída dele só vai ajudar o Curintia…para cima deles Neymar.

    O Brasil pode até perder a Copa, mas prefiro ver a plasticidade das jogadas do Neymar, ainda mais no Brasil, do que ficar com medinho do antijogo inglês(que aliás, nunca ganhou nada tb).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: