O Animal e o Pequeno Polegar

Nessa semana o presidente do Santos anunciou todo pimpão que já conseguiu convencer o rabugento técnico Muricy Ramalho – aquele que se diz não se dobrar para os desejos dos cartolas – a inscrever Pelé no Mundial de Clubes de dezembro.

O cartola santista só aguarda o ok final de Pelé para fazer o que ele considera uma das maiores jogadas de marketing da história do clube. A atitude, de fato, é ousada, afinal o time abre mão de inscrever um jogador que pode ser útil na competição, por outro que estará lá para assistir os jogos do melhor lugar do gramado.

Em termos de marketing, a ação em si não é inédita. O Corinthians já apostou em algo do tipo por duas vezes. Em 1996, Edmundo, o Animal, foi a contratação mais badalada da equipe de Parque São Jorge. Para sua estréia foi organizado um amistoso contra o Coritiba no Pacaembu.

Como Edmundo iria vestir a camisa 8 do alvinegro na temporada, foi combinado que no amistoso ele entraria aos 5 minutos do primeiro tempo no lugar de Luisinho, o Pequeno Polegar, que honrou a camisa 8 do Timão na década de 50 e, se não me engano, é o recordista de partidas disputadas pelo clube.

O Pequeno Polegar já estava com 60 e poucos anos e bateu bola por cinco minutos, debaixo de uma baita chuva. Depois Edmundo entrou e o jogo ganhou em competitividade.

A outra ação corintiana, mais semelhante ao que o Santos quer fazer com Pelé, rolou nesse ano. O craque Rivelino, que infelizmente nunca ganhou um título significativo pelo Corinthians, estava inscrito no Paulistão 2011. Ele não esteve no banco de reservas em nenhuma partida, mas se o Corinthians tivesse conquistado o título – perdeu a final para o Santos -, muito provavelmente seria produzido um pôster da equipe com Riva entre os vitoriosos.

Na Era do Futebol Marketing, é difícil julgar o Santos por tentar inscrever Pelé no Mundial. Mas se isso acontecer, só há duas coisas que podem acontecer: o Santos triunfar com Pelé consagrado como tri mundial; ou o Santos levar fumo e, até mesmo, um Mazembe da vida ganhar o direito de falar que ganhou do Santos de Pelé.

É esperar para ver o que acontece.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: