Libertadores na África e Futebol de Campeão.

Nesse fim de semana aconteceram os jogos das quartas de final. Muita emoção, vibração, muitos gols, alegrias e decepções. Desses quatro jogos, fora o jogo do Brasil, que deixou a nação triste, preciso destacar duas partidas: Uruguai x Gana e Alemanha x Argentina.

Uruguai x Gana:Libertadores na África.

Um roteiro de cinema, uma batalha em solos africanos, foi o que ocorreu nessa sexta-feira na partida entre Uruguai x Gana. Foi o encontro do futebol do passado, que tentava erguer-se novamente, contra o futebol do futuro da força, do contato físico, que tentava fazer história em solo natal.

O jogo foi uma epopéia, a melhor estilo Batalha dos Aflitos, ou ao melhor estilo Taça Libertadores. Após um empate de 1×1 durante os 90 minutos. Gana pressionava o cansado time uruguaio, que perdera seu capitão e líder Lugano, por contusão. Muitas bolas na área, e o time celeste salvava. Até que no último lance do jogo, a única opção de defesa foi a mão do atacante Suarez. Penalti pra Gana.

Mas o espírito copeiro estava inspirado. A bola foi na trave, e a decisão iria para os penaltis. A partir desse momento, o fator psicológico falou mais alto e dois jogadores ganeses desperdiçaram. Coube a Loco ou Mito Abreu cavar sua cobrança e sacramentar a classificação. O maio jogo da Copa, indubitavelmente.

Alemanha x Argentina:Futebol de Campeão.

Foi uma reprise das quartas de final da Copa de 2006, a Alemanha tinha mais conjunto, a Argentina tinha mais talento. Porém a molecada alemã deu show. Logo aos 3 minutos Muller abriu o placar, logo ali a partida estava na mão da Alemanha, era só contra-atacar.

Mas o time da Argentina tinha brio, mas ele não apareceu. Schweinsteiger brilhou como um Messi, todas as bolas passavam por ele, e com uma extrema precisão, a Alemanha dominava o jogo, era compacta desde a defesa até o ataque.

E assim foi-se contruindo um baile, um tango alemão, que abria o calvário da Argentina e Maradona. O resultado do jogo foi 4×0. Klose marcou duas vezes, e está apenas a 1 gol de Ronaldo. O Mr. Copa como é chamado tem tudo para ser o maior artilheiro de todas as Copas.

Maradona ao término do jogo exemplificou o que foi partida dizendo: – Parecia que eu e os jogadores levamos um soco de Muhammad Ali.

Abraços.
Caio di Pacce.

Anúncios

3 Respostas

  1. A hora que alguém econtrar a tal supremacia sul-americana, me avisem por favor. São 3 confrontos e 3 vitórias pros europeus. Nas semis, o Uruguai copeiro é zebra, enquanto Alemanha, Holanda e Espanha têm tudo para mostrar que suas escolas continuam fortes.

  2. Realmente essas quartas de final foram um golpe para aqueles que propagavam a “mini copa américa”. Mas a verdade é que a participação dos sul americanos foi, como um todo, razoável, já que os 5 passaram da fase de grupos. Vexame mesmo foi a participação africana. Tava na hora da Fifa tirar umas 3 vagas da África e repassar para outros continentes.

  3. Realmente queimei a língua.
    Mas o Uruguai mostrou o que é Libertadores para o Mundo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: