No Olímpico quem dá bola é o Grêmio.

Ontem ocorreu a primeira mão da semi-(final) da Copa do Brasil entre Grêmio e Santos. O embate mais esperado dessa competição.

O jogo no Estádio Olímpico, além do jogo mais importante do ano para as duas equipes envolvidas, era um tremendo teste para os Meninos de ouro da Vila Belmiro.

Neymar não foi a campo, pois estava suspenso. Ainda bem para os santistas, André entrou em seu lugar e foi logo resolvendo a partida. Em 20 minutos de peleja, o jovem camisa 9 de Nova Iguaçu marcou duas vezes, para desespero dos tricolores.

Tudo ficaria pior quando Jonas, que já jogou no Santos, perdeu um penalti, com boa defesa do jovem goleiro Felipe. Esse garoto fez um excelente primeiro tempo, operando, pelo menos, 3 milagres.

Já no segundo tempo, o time da casa, apoiado pela sua apaixonada torcida, veio para cima, dessa vez decidido a marcar. E para um time que tem Borges, marcar é quase que certeza.

O ex-são paulino fez o primeiro, o segundo e o quarto gol do Grêmio. Em uma virada magistral do imortal tricolor. Com 30 minutos de segundo tempo, o mesmo Jonas que perdera o penalti acertou um lindo petardo de longe, e fez o terceiro. O placar ficou 4×2.

O resultado praticamente classificava o Grêmio para a final da Copa do Brasil, em uma das viradas mais espetaculares vistas no futebol, mas o Santos não é o melhor time do Brasil a toa.

Paulo Henrique Ganso, o não selecionado mais selecionado do time de Dunga, acertou um incrível  passe para o camisa 11 da seleção brasileira, o Robinho, que dominou no peito e sem deixar cair, tirou do goleiro Vitor: 4×3 Grêmio.

Uma vitória incrível do time da casa, mas o gol de Robinho pode ter sido o gol do título. Nada ficou definido nessa semi-(final), e mesmo com a derrota, os Meninos passaram no teste de jogar na casa do Grêmio.

O time do Santos pode passar, mas no Olímpico quem dá bola é o Grêmio.

Abraços.
Caio di Pacce.

Anúncios

3 Respostas

  1. Depois de um primeiro tempo péssimo, vi o Grêmio dos velhos tempos ressurgir. Foi sensacional. O tal Santástico tremeu na base. Ciborges é um dos melhores atacantes dos últimos 10 anos no Grêmio.Fica agora a decisão pro segundo jogo, e, obviamente será muito difícil. Mas a lição, uma vez mais, foi dada: não está morto quem peleia.

  2. Gostei do jogo. Essa vai ser a toada do Brasileirão para o Santos. Fazer muitos gols, mas sofrer muitos gols. Nada decidido. O jogo da Vila será uma guerra.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: