Onde tem fumaça…

Um insoso Palmeiras empatou com uma irregular Portuguesa na tarde de ontem. A partida foi bem acirrada a despeito das condições pantanosas do gramado.

O destaque negativo mais uma vez foi o lateral palestrino Pablo Armero. Em mais uma de suas afastadas infelizes, a bola rebateu e sobrou para Luiz Carlos abrir o placar para a Lusa sem dificuldades.  No segundo tempo, Danilo igualou  para o Porco.

Muricy Ramalho insiste na receita que o consagrou no São Paulo, mas que todo o mundo (isso incluí times estrangeiros), já manjou. Chuverinho na área é uma jogada que, quando manjada, raramente continua eficiente. Quanto a Armero, a sua titularidade é pura falta de opção. Não é um jogador ruim, mas está em uma péssima fase. Algumas rodadas de banco poderiam fazer bem.

Do outro lado, Vagner Benazzi precisa acertar o time que, no papel, não é ruim. Conta com a experiência e o comprometimento de Arthisson, que parece ter gostado do Canindé. E ainda o atacante Heverton, que também parece motivado.

Mais uma vez, o campeonato paulista serve para o Santos acumular títulos. Com o desinteresse dos outros grandes e a draga palmeirense, o Peixe vai consolidando seu caminho para as finais. Ontem, com um baita golaço de Neymar, arrancou uma boa vitória sobre o Santo André.

Mesmo que seja um campeonato disputado e com grandes estrelas, está esvaziado. Os grandes miram a Libertadores e buscam afinar seus times. Enquanto que os pequenos não almejam grandes coisas, devido a precariedade de seus plantéis. A Federação Paulista ainda ajuda com horários impraticáveis para determinados jogos.

Pode não parecer, mas querem acabar com os Estaduais.

Anúncios

5 Respostas

  1. Armero, armero, armero sempre armero!

  2. Belo Post Flaco.
    Armero jogou mal, mas ta com vontade de recuperar..
    Um banco pra ele vai dar conta do recado.

    Lincoln e Ewherton vem aí!

  3. O problema é que a torcida vai começar a pegar no pé do cara.
    Ele precisa ficar fora, mas o Palmeiras não tem opções para a posição, como o Caio disse.

  4. Caríssimo Flaco, o clássico teve todos os ingredientes que justificam tal alcunha: golos, polêmica e expulsões. Apesar da força desgraçada que o péssimo Marco Polo del Nero tem feito destruir tudo o que gira à margem dos seus 4 queridinhos.
    Um clássico às 17 horas de um dia útil? Quem Del Nero pensa que é? Julga ser mais importante que o campeonato. Ele consegue a proeza de sentirmos saudades do Farah.

    • Eh verdade caríssimo Marquinhos.
      O Farah tá fazendo falta, ele os campeonator malucos, com 2 árbitros, e com pênaltis aos finais das partidas empatadas valendo um ponto extra!.

      Haha

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: