Empate suado, liderança mantida.

Nesse domingo aconceteu o maior clássico do Brasil: Palmeiras x Corinthians. Um jogo que deve ser analisado separadamente do Brasileirão, o fato de o Palmeiras estar brigando pelo título e o Corinthians não querer nada na competição não influenciaram em nada na partida.

O Corinthians foi senhor do jogo. Dominou grande parte da partida, principalmente nas enfiadas de bola de De Federico. Quando achou um passe preciso para Jorge Henrique, Marcos cometeu um penalti e foi expulso. Ronaldo bateu e abriu o placar. 1×0 Timão. No lance seguinte Danilo deu uma entrada criminosa no mesmo Jorge Henrique e recebeu apenas o amarelo.

O Palmeiras veio para o segundo tempo perdendo, sem Marcos, e pior, com Marquinhos. Mas mesmo assim, aos 4 da segunda etapa, o mesmo Danilo empatou o jogo em um lance de bola na área. Após o gol, o Corinthians voltou a dominar o jogo, sempre perigoso com Mathias, Ronaldo e Jorge Henrique. Tão perigoso que aos 20 minutos, em outra bola precisa do argentino, Ronaldo completou mais uma vez.

O Palmeiras não pressionava o Corinthians, e o tabu de 3 anos sem vitórias alvi-negras parecia acabar, mas em uma outra falta sem pretenções, outra bola alçada na área o Palmeiras empatou o jogo, 2×2.

Detalhes da partida: o Palmeiras jogou de branco, e o Corinthians de preto, devido ao forte calor de Presidente Prudente. O Estádio estava vazio, pois o preço estava caríssimo. O jogo realmente merece é diferenciado, mas viajar 6 horas para jogar num gramado ruim, com um calor infernal e com o estádio vazio não dá mais.

O Palmeiras continua na liderança, por critérios de desempate. O resultado para o verdão foi com sabor de vitória, pois não deixou que o São Paulo terminasse a rodada como líder.

091102palmeiras300

Abraços.
Caio di Pacce.

Anúncios

6 Respostas

  1. Apesar da infantilidade do Marcos (nao precisa ter feito o penalti, era melhor tomar o gol e jogar com 11 o resto do jogo, ja que ronaldo no penalto eh 99% de chance de gol), o palmeiras foi muito guerreiro, jagando com 1 a menos, naquele calor, conseguiu arrancar um bom empate. Porem, mais uma vez foi ajudado pela arbitragem… penalti em dentinho e expulsao do danilo (que como vc mesmo disse, fez um dos gols). Naquele momento, perdendo de 1 x 0 e com 2 menos, seria um milagre qualquer tipo de reaçao. Esquema traffic, eh claro.
    Ps: Vi agora pouco os melhores momentos de SP x Santos… que jogo foi aqueleee??? Que golaco do Ceni!

    • quanto ao esquema traffic te pergunto: Pq será que 2 jogadores do Barueri foram barrados contra o SPFC, somente contra o SPFC? Estranho né?

  2. o SPFC será campeão.
    eu falei isto faz tempo.

  3. Bom texto, curti “O Palmeiras veio para o segundo tempo perdendo, sem Marcos, e pior, com Marquinhos.” Concordo. Mas SCCP “senhor do jogo”? Sei não, um time com um a mais, ganhando e não mata a partida? Fora um chute no travessão o que mais incomodou no ataque deles? A vontade prevalesceu. E a posição dos dois na tabela influenciou sim, antes do fatídico lance do Marcos, o Palmeiras pressionava e o SCCP estava bem apático.
    Bom blog, visitarei com mais frequencia.
    Abs

  4. Acompanhei 90% e não concordo, em parte, com o Alex. Até a expulsão do Marcos, a posse de bola era coisa de 65% para Palmeiras e 35% Corinthians.
    Era nítida a marcação do Palmeiras no primeiro quarto da partida logo na saída de bola, em um ritmo alucinante que, até pelo calor, não poderia ser mantido muito tempo. Após isso, para um time que não sofria da mesma pressão por resultados que o Palmeiras, o Corinthians dominou o jogo, pecando na marcação (basta ver que os dois gols do Palmeiras vieram de bola parada).

    Acredito que pesou mesmo não o jogador a menos, mas esse jogador ter sido o Marcos, que é um referencial na equipe, assim como ocorreu com o Ronaldo, no Corinthians.

    abraços!

  5. Corinthians foi sim o Senhor da partida, meritos de seu ataque e meio de campo q vem sendo moldados e nao da defesa q vem deixando a desejar ha algum tempo, pecou ao nao aproveitar sua vantagem nao matando a partida, principalmente na cabeçada pra fora d Dentinho, o Palmeiras como td grupo q perde um jogador importante viu saindo junto com o Marcos sua estrutura de forte ataque, ja q o homem identificador de chamadas foi tirado de campo, Felipe q um dia foi chamado de muralha pela Fiel, deixa um buraco enorme no gol, qd a zaga nao tira a bola só não entra se o chute for pra fora.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: